Support & Downloads

Quisque actraqum nunc no dolor sit ametaugue dolor. Lorem ipsum dolor sit amet, consyect etur adipiscing elit.

s f

Contact Info
198 West 21th Street, Suite 721
New York, NY 10010
[email protected]
+88 (0) 101 0000 000
Follow Us

Como ajustar a infraestrutura de TI para Home Office

Apesar do home office já ser uma tendência mundial, ainda não era uma prática comum nas empresas nacionais.

Assim, algumas questões referentes à comunicação, acesso e destino de arquivos podem não ter sido planejadas e executadas adequadamente.

E é por isso que, no post de hoje, convidamos o Gerente de TI aqui da Enttry, Rafael Oliz, para falar um pouco sobre essas questões e dar algumas dicas para que o trabalho em home office ocorra sem problemas. Vamos lá?

Afinal, o que é Home Office?

O home office é uma modalidade de trabalho que está se tornando muito comum, é o tão desejado trabalho remoto, que é realizado em casa.

Por que devemos ajustar a infraestrutura para esta modalidade?

Por não ser uma forma muito utilizada no passado, algumas empresas adotam essa modalidade e acabam enfrentando diversos problemas.

Trabalhar de forma remota, assim como qualquer coisa, possui pontos positivos e negativos. 

Alguns pontos positivos, no meu ponto de vista, foram:
  • Aproveitamento de tempo, pois não há mais necessidade de se deslocar até o trabalho
  • Economia, já que não precisa mais gastar com transporte e alimentação em restaurantes.
Por outro lado, essa modalidade apresenta os seguintes pontos negativos
  • Perda de interatividade
  • Comunicação mais restrita
  • Distrações
  • Como não há trocas de ambiente nesta modalidade,em alguns momentos não é possível nos “desligar”.

Por estes motivos, deve-se ajustar a infraestrutura para o home office, assim melhoramos a comunicação, produtividade e qualidade.

Em resumo, o trabalho em home office pode ser benéfico se tivermos a infraestrutura adequada, organização, disciplina e comprometimento para superarmos as dificuldades

 Infraestrutura de TI

Primeiramente, devemos entender o que é a infraestrutura de TI.

Ela se refere a todos os elementos utilizados para estruturar e fornecer tecnologia, elementos que podem ser tanto físicos como virtuais. 

Exemplos
  • Hardwares
  • Softwares
  • Gerenciamento de dados
  • Redes.

Para o funcionário, a infraestrutura necessária para seu trabalho em home office precisa disponibilizar acesso a todos os seus arquivos e sistemas corporativos.

Um cuidado que a empresa precisa ter é de garantir uma infraestrutura adequada para seu colaborador trabalhar de casa.

Como muitas empresas costumam manter dados em sua própria estrutura física, é necessário dar acesso externo a esses dados.

O armazenamento na nuvem e a VPN são formas comuns para o home office.

Nuvem

O Armazenamento na nuvem é como um HD fora da sua máquina, onde você pode armazenar mídias e documentos, tais quais podem ser acessados de qualquer dispositivo, podendo assim, compartilhá-los com sua equipe. 

Há várias formas de hospedar e disponibilizar os dados em nuvem. 

Em situações mais simples, a saída pode ser o uso de um “drive” virtual.

Exemplos

OneDrive e Google Drive.

Esses serviços além de fazer o armazenamento em nuvem e compartilhamento das informações, também possuem outras funcionalidades.

É extremamente fácil ter acesso a esse serviço, basta criar uma conta de e-mail no Google (Google Drive) ou na Microsoft (OneDrive) e acessar esta opção no conjunto de ferramentas associado à sua conta.

Inicialmente será disponibilizado um espaço gratuito, porém é possível adquirir planos com capacidades maiores de armazenamento na nuvem.

VPN

Conhecida também como Rede Virtual Privada, a VPN é uma ferramenta que consegue conectar servidores através de uma rede, mantendo uma comunicação criptografada entre os dispositivos conectados à rede.

Uma das vantagens de se utilizar a VPN é que você pode acessar arquivos de qualquer lugar que não esteja localizado na sua rede

Exemplo

Acessar o computador da empresa a partir da sua casa enquanto está em home office.

Existem vários softwares que fazem a criação e configuração de VPN’s de forma automatizada, como o Hamachi e o OpenVPN.

Cada um deles possui um método próprio para cadastramento do usuário e configuração da rede, e até mesmo alguns que não é necessário cadastrar um usuário, como o RadminVPN.

Além disso, a empresa pode contratar diferentes planos para aplicar em sua infraestrutura.

Conclusão

Vale lembrar que independentemente da opção a ser utilizada, o processo precisa  ser feito por um profissional de TI, envolvendo pessoas de cada setor.

Planeje tendo em vista questões como segurança e facilidade de acesso às informações.

Com essas dicas, ficou mais claro como trabalhar com essa modalidade sem obter prejuízos.

Ficou com alguma dúvida? 

Caso a resposta seja sim, não tenha vergonha. Comente sem medo!

E se você precisar gerenciar e monitorar tudo que é impresso na sua empresa ou nas impressoras espalhadas nos home offices conte com a Enttry para esta tarefa 🙂

Criado em colaboração com Rafael Oliz, Gerente de TI na Enttry Software.

Post a Comment